POR QUÊ ADEQUAR SUAS MÁQUINAS À NR12?

A nova NR12 surgiu a partir da constatação da enorme quantidade de acidentes mutilantes na indústria brasileira, com destaque principalmente para a indústria metalúrgica. Os números ainda são espantosos, com perdas de membros superiores em grande escala: dedos, mãos e braços. Sem contar ainda outros traumas, e até mesmo a morte por choque elétrico, queimaduras, prensamento, etc…

Dispositivo Gaveta de abastecimento

E os acidentes são ainda mais impressionantes em localidades onde predominam indústrias equipadas com prensas e similares (guilhotinas, dobradeiras, calandras, etc.). Na verdade, os sindicatos da região do ABC paulista, que comporta grande quantidade de metalúrgicas, foi um dos primeiros a se manifestar no sentido da necessidade de mudanças na proteção de máquinas. No Rio Grande do Sul, os sindicatos dos polos da região metropolitana de Porto Alegre e da Serra Gaúcha também se mobilizaram nesse sentido. E ambos receberam o apoio do Ministério do Trabalho, tendo em vista a grande acidentalidade constatada aqui também.

A falta de proteção nestas máquinas, onde o operador está exposto à zona de perigo, já foi motivo de muitos eventos de enorme impacto na integridade física dos trabalhadores. E um dos maiores benefícios trazidos pela nova NR12, foi a exigência da adequação de todas as máquinas, sejam elas novas ou usadas. E os prazos estabelecidos para estas adequações, desde a atualização da NR12 em dezembro de 2010, já venceram.

Operador próximo à zona de perigo em máquina desprotegida

Muitas empresas atenderam às exigências e foram em busca de profissionais responsáveis por esta adequação. E algumas que iniciaram o processo, mas que notaram que não conseguiriam cumprir os prazos estabelecidos, receberam dos órgãos fiscalizadores uma flexibilização, desde que apresentassem um cronograma desta adequação. Outros empresários resolveram “pagar prá ver”, na expectativa de que a norma não vingaria. Mas se enganaram, pois os prazos se esgotaram e agora correm contra o tempo para evitar as fiscalizações e as autuações.

A adequação de máquinas de acordo com a NR12 passa por um processo que necessita atenção quanto aos documentos pertinentes. A primeira etapa é a “Análise de Riscos”, onde ocorre uma avaliação aprofundada dos limites da máquina, ou seja, do ciclo de utilização desta máquina. Depois há necessidade de se avaliar que riscos cada elemento ou parte desta máquina poderá proporcionar ao operador ou operadores expostos no seu funcionamento. A partir daí, o especialista nesta adequação faz uso de ferramentas técnicas de análise, como o Método Quantitativo de Risco pela NBR ISO 12100:2013, ou HRN e a Categoria de Segurança pela NBR 14153:2003. Estas técnicas de mensuração dos riscos da máquina serão então traduzidas em números e conceitos, proporcionando uma percepção padronizada da intensidade dos perigos que a operação desta máquina poderá incorrer aos trabalhadores.

De posse desta percepção é que o especialista em Análise de Riscos da NR12 buscará a eliminação, a redução ou controle dos riscos, através de recomendações técnicas e recomendações práticas. Nas recomendações técnicas poderá lançar mão dos itens da NR12 que mais se adequem às necessidades prementes de proteção, e no caso das recomendações práticas deverá trazer os recursos ou sistemas preventivos de sua prática ou experiência com máquinas e equipamentos.

Mas agora, uma ferramenta eficiente e lucrativa para quem trabalha com Análise de Riscos em Máquinas e Equipamentos de acordo com a NR12, é capaz de elaborar estes documentos em poucos minutos, e com uma grande praticidade. O sistema chamado “GRiscos” é uma ferramenta de Tecnologia da Informação capaz de elaborar em alguns minutos um relatório completo de Análise de Riscos de Máquinas de acordo com a NR12.

Você pode instalar GRiscos em seu Tablet ou Smartphone

E você pode também levar o “GRiscos” para dentro da fábrica no momento de realizar a Análise de Riscos, instalando ele no seu Tablet ou Smartphone. O sistema funciona OnLine e OfLine, permitindo a você trabalhar na plataforma com ou sem acesso à Internet. Posteriormente, quando estiver com acesso disponível você poderá fazer a integração dos dados anteriormente inseridos.

Para experimentar, acesse a página griscos.gautica.com e faça um Teste Grátis. Você pode realizar neste teste pelo menos uma análise e duas máquinas. E se tiver dificuldade no uso, faça contato com a área de apoio através do email comercial@gautica.com.br